Páginas

Ei, você!

Sejam bem-vindos ao Vida de Gordas. =]

Esperamos que gostem daqui, e que nos visite sempre (risos).
Ah sim, nosso blog é voltado mais para o público jovem, adolescente. E claro, estamos sempre abertas às sugestões de vocês, leitores!

Obrigada,
Fran e Gabi.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

desigualdade social, err

assim, ontem meu dia foi péssimo, como já anunciei várias vezes e para várias pessoas, rs mas não vou falar sobre ele, pois já o descrevi para a Gabi e não quero mais nem lembrar, rs
já o meu dia hoje foi, digamos, melhor rs  eu passei o dia em Campinas comprando roupas para levar na viajem (sim, do dia 23 ao dia 30 vocês vão ficar sem a minha humilde presença, rs). daí eu tava lá e tal, andando com um monte de sacolas na mão quando comecei a ficar triste... por que?
assim, lá você ve, em cada esquina, pessoas em situações realmente precárias, MUITO PRECÁRIAS, pedindo esmolas :( assim, alguns ficam sentados no chão porque nem andar conseguem devido a vários problemas nas pernas e deficiências, outros ficam limpando os vidros no semáforo, o que eu acho de extremo perigo, outros ficam cantando, outros entregando papéizinhos e mais um monte de outras formas. isso realmente me corta o coração, porque, tipo, eu lá, com um monte de dinheiro gasto com coisas que nem são TÃO necessárias assim, visto que nem cabe mais roupas no guarda-roupa e aquelas pessoas lá, sem nem ter o que comer e eu sem poder fazer nada. isso me deixa TÃO MAL !
assim, a desigualdade social, para alguns, já virou assunto clichê, mas não é. porque ela está tão presente no nosso dia-a-dia que, às vezes, nós nem percebemos. E NÃO AJUDAMOS EM NADA !
não sei, eu sinto muita pena dessas pessoas e, realmente, eu não posso fazer nada. sim, as vezes eu até dou algum dinheiro para elas, escondida da mamis, que não gosta que eu dê, mas isso não vai MELHORAR NADA na vida delas ! tipo, que opções elas têm?? NENHUMAAAA e isso é um ABSURDO, fato. nessas horas que eu me arrependo de reclamar da minha vida. imagine só, você não tem onde dormir, não tem um teto, não tem roupas descentes, não tem onde tomar banho, não tem um computador (isso é para viciados, como eu :S), não tem nenhuma perspectiva de vida, daí sim não tem nada para fazer, não consegue arrumar emprego, ou seja, NÃO TEM VIDA digna. e, enquanto isso, alguns IDIOTAS gastam MILHÕES em apenas uma tarde no shopping, para relaxar do estresse. aff, VAI SE FUDE cara, me revolto com essa situação. e não é só aqui que tem isso, pior é que existe NO MUNDO INTEIRO, enquanto alguns políticos ainda roubam o pouco que as pessoas têm para enfiarem no cu, literalmente. ISSO É RIDÍCULO e me sinto incapaz, sufocada, para tentar ajudar. mas, sl, se cada um fazer a sua parte NÓS PODEMOS MELHORAR essa situação, não o mundo, mas, pelo menos, a vida de UMA pessoa.



sim, eu sei que esse é um blog pessoal, descontraído e tal, mas eu precisava desabafar. não, esse post não tem figurinhas fofas, nem um monte de HUAHUA's, nem nada. isso é sério, essa situação decadente é insuportável e, já que essas merdas de políticos não fazem, acho pelo menos prudente agente tentar fazer. meu ponto de vista: ESMOLA NÃO SALVA NINGUÉM, MAS AJUDA. também penso que nós não estamos no mundo a passeio e, sem querer ser religiosa, nem chata, Deus tem um propósito a cada um e eu acho que este é ajudar a quem precisa. não há coisa mais gratificante que ver um sorriso no rosto de alguém causado por você.



PS: é por isso que eu NÃO JULGO NINGUÉM, principalmente bandidos e assaltantes. assim, esses que o fazem para, pelo menos, tentar sobreviver nesse mundo em que as pessoas são mais irracionais que animais, sério. acho errado e tal, mas eu devenderia a todo custo, se o furto, ou roubo fosse feito por NECESSITADE, mesmo que você me roubando. assassinos, estrupadores e psicopatas são outra história, mas não acho errado um ~pai de família~ roubar algo para sustentar seus filhos e mulher. não deve ter humilhação para a própria pessoa pior do que seus filhos REALMENTE PRECISAREM de algo e não ter condições de lhe dar, é triste.

PS 2: tenho muita pena de cachorros e gatos de rua também. dependendo da situação, até mais de que humanos. porque as pessoas tem condições de, sei lá, lutar pela sua vida e por algum dinheiro, os animais não. são simplesmente jogados, largados a mercê da própria sorte sem nem saber o porquê. MALDADEEEEE



Fran ama ajudar as pessoas e ama também quem o faz. Ama os hippies das praias, que além de serem super legais, vivem a vida mais feliz que muitos ricássos por aí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário